Exibindo artigos marcados com Arquivos Reflexão - Página 3 de 4 - Joao Carlos Rocha

Joao Carlos Rocha

Existir

Há muito não sou poeta Há muito não sou profeta Sou filho, colega, funcionário Sou pai, marido, operário. Operário na fábrica Operário no mundo.   Na fábrica, fácil.  No mundo, difícil.   Procuro a missão para tal concepção Animal, mas (tem) mente Material, mas tem sentimentos Física, mas espiritual.   O tempo é o mistério […]

Continue lendo
Joao Carlos Rocha

A natureza é feminina

A natureza é feminina

Deus fez tudo com amor, coloriu a borboleta e um ser supremo criou pra reinar neste planeta.   Parte divina na Terra, tem o poder de criar, combate com rosas a guerra, sabe amar e perdoar. Poderosa intuição, sensível por excelência, decide com o coração, superando a inteligência.   Ingênua, mansa, carente, fragilidade é seu forte, […]

Continue lendo
Joao Carlos Rocha

Quero voltar!

Quero voltar!

O administrador de um pequeno clube da cidade onde morávamos havia acabado de reformá-lo e promoveu um festa, aberta à comunidade, com o intuito de apresentar as recém inauguradas instalações e angariar novos sócios.   O pano de fundo da atividade foi um churrasco e, lá pelas tantas, estava com um grupo de amigos conversando […]

Continue lendo
Joao Carlos Rocha

Sobre rosas e espinhos

Sobre rosas e espinhos

Eu estava saindo para o escritório quando minha esposa colheu uma rosa e deu-me de presente. Fresca, tinha seu perfume característico, suas pétalas eram sedosas e até seus espinhos podiam ser acariciados, pois ainda que pontiagudos tinham certa flexibilidade, permitindo que eu os tocasse sem me ferir. E, claro, além destas características físicas, aquela rosa […]

Continue lendo
Joao Carlos Rocha

Soneto da impostura

Soneto da impostura

Deus me concebeu livre e soberano Para criar minha biografia E pincelar na de outro ser humano Mil gotas de afeto em policromia   Para fazer bem mais do que é preciso O que é preciso é ‘inda muito pouco É como a linda boca sem sorriso Pra quem ama tanto que é chamado louco […]

Continue lendo